• Vera Cristina

Você é um gramado ou um relvado?


Foto: gramado britânico (Fonte: Unsplash, by Vadim Sherbakov)



Provavelmente, quase todo mundo já viu um gramado bem verdinho, bem cuidado e aparado, pelo menos em fotos.


Sentada aqui, em um banco da varanda da casa da minha filha, olho o seu jardim e ele me leva a reflexões sobre os gramados e a vida.


Aqui eu vejo um relvado — um lugar com grama, mas onde muitas outras pequenas plantas vicejam. Elas brotaram nas bordas do gramado e foram se espalhando para o centro, como pioneiros que desembarcam na costa de um lugar e vão abrindo caminho na mata para o seu interior. Esses bandeirantes do verde, no entanto, não destroem conforme avançam— trazem diversidade e beleza ao lugar, pelo menos na minha visão de bióloga. Outro dia mesmo, me pus a fotografar as várias florezinhas brotando neste relvado —brancas, amarelas, pequenas, delicadas e resolutas. Elas não desistem e se espalham, crescem umas por cima das outras, ignoram a realeza da grama e se deslocam, ocupando espaços.

Esse relvado me faz pensar na vida e em nossas relações— somos um gramado, afastando as pessoas diferentes das nossas relações ou somos um relvado, em que a diversidade impera? Na vida humana, não existe a escolha correta, a resposta única a essa pergunta. Cada uma, cada um precisa descobrir como se sente melhor, como viver para expressar seu ser harmoniosamente. Nenhuma escolha será fácil, ou será sempre possível.

Ao longo da minha vida, percebo que a mudança de gramado para relvado tem sido o caminho natural.

E você, como se vê melhor?


Fotos: florezinhas silvestres (fonte: arquivo pessoal)


23.iii.2021 - Na casa da Sofia.


17 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo